A primeira edição deste ano do programa Arte para Maiores (APM), do Museu Oscar Niemeyer (MON), terá como tema a exposição “Mario Rubinski – O Espaço Imantado”, em cartaz na Sala 7. Direcionado a pessoas com mais de 60 anos, o APM comemora uma década em 2024.

Para abrir esta programação especial, nos dias 5 e 12 de março, das 14h às 17h, a atividade terá a presença da artista e curadora Eliane Prolik, que fará uma visita mediada e, em seguida, conduzirá uma oficina artística sobre a exposição. A atividade é gratuita e, para participar, não é necessário ter conhecimento prévio em arte.

O tradicional programa do MON tem como objetivo aproximar o público com mais de 60 anos do Museu e da arte. Em 2019, o APM conquistou um importante reconhecimento nacional na área de educação em museus – o Prêmio Darcy Ribeiro 2019, concedido pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram).

No ano passado, o programa foi selecionado e apresentado com destaque aos grupos de trabalho do I Encontro Nacional de Educação Museal, promovido pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), na Bahia.

Sobre a exposição

A mostra “Mario Rubinski – O Espaço Imantado”, reúne cerca de 150 pinturas, desenhos e estudos do artista curitibano Mario Rubinski (1933-2021). A curadoria é de Adolfo Montejo Navas e Eliane Prolik.

Sua inconfundível obra traz os elementos da paisagem por meio da geometrização e abstração simbólica. A exposição reúne obras realizadas ao longo de seis décadas, entre 1950 e 2021.

Rubinski teve formação na Escola de Belas Artes do Paraná e viveu a efervescência da Biblioteca Pública do Paraná como o principal centro cultural de Curitiba. Expôs e foi premiado em salões, conviveu com grandes artistas e, incansavelmente, ensinou arte por toda a vida.

A curadora Eliane Prolik vive e trabalha em Curitiba. É graduada em Pintura (1981), com especialização em História da Arte do Século XX (2000) pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Trabalha com esculturas, instalações, intervenções urbanas e vídeos. Teve alguns de seus trabalhos expostos nas Bienais de Curitiba (2019, 2018 e 2015) e de São Paulo (2002 e 1987), entre outras. Realizou exposições nos mais importantes museus e espaços culturais do Brasil, como o Museu Oscar Niemeyer, Pinacoteca de São Paulo, Solar do Barão, entre outros. Também atua em curadorias e projetos culturais que visam elaborar pesquisa e levantamento de obras, editoração e publicação de catálogos e livros, exposição e aquisição para acervos públicos sobre artistas paranaenses como: Mário Rubinski (2019), Alfredo Andersen (2018), Antonio Arney (2015-19), Miguel Bakun (1999-2010) e Raul Cruz (1994-2006). Em 1986, foi diretora do Museu Alfredo Andersen e membro da comissão de acervo do Museu de Arte do Paraná, em Curitiba.

Documento para download

SOBRE O MON

O Museu Oscar Niemeyer (MON) é patrimônio estatal vinculado à Secretaria de Estado da Cultura. A instituição abriga referenciais importantes da produção artística nacional e internacional nas áreas de artes visuais, arquitetura e design, além de grandiosas coleções asiática e africana. No total, o acervo conta com aproximadamente 14 mil obras de arte, abrigadas em um espaço superior a 35 mil metros quadrados de área construída, o que torna o MON o maior museu de arte da América Latina.

Serviço
Arte para Maiores (APM) – Exposição “Mario Rubinski – O Espaço Imantado”.
Encontros:
Terça-feira, 5 de março – das 14h às 17h
Terça-feira, 12 de março – das 14h às 17h
Link para inscrição: https://bit.ly/APMmarço2024
Vagas limitadas.

Publicado por

Museu Oscar Niemeyer

Notícias relacionadas

Educativo

MON realiza encontro para educadores sobre a mostra “35ª Bienal de São Paulo”

Educativo

MON realiza oficina fotográfica para jovens autistas

Educativo

MON realiza oficina artística para crianças de 1 a 2 anos
Ver todas as notícias
Receba notícias