A edição de abril do programa Arte para Maiores, do Museu Oscar Niemeyer, destinado especialmente ao público com mais de 60 anos, terá como tema a exposição “35ª Bienal de São Paulo – coreografias do impossível”, atualmente em cartaz nas salas 1 e 2 do MON.

Haverá visita mediada e oficina artística, promovidas pela equipe do Educativo do MON, e uma videoconferência com a Assessoria de Educação da Bienal de São Paulo.

Também está agendada para o mês de abril uma atividade extra do Arte Para Maiores: um Atelier de Aquarela, no dia 18 de abril, das 14h às 17h30min, mediante inscrição prévia.

Nesta proposta, os participantes terão a oportunidade de investigar e explorar, pelas cores e transparências possíveis, as diversas camadas e potências da linguagem da aquarela.

Bienal de São Paulo

A programação voltada ao tema “35ª Bienal de São Paulo – coreografias do impossível” acontecerá nos dias 2 e 9 de abril, das 14h às 17h, com visita mediada na exposição, seguida de oficina artística, no Espaço de Oficinas, subsolo do MON. A videoconferência será realizada no dia 16/4, das 14h às 15h30, com as participações de André Leitão e Renato Lopes, da assessoria da Bienal.

Para se inscrever nas atividades, é necessário preencher o formulário online. Não é necessário possuir conhecimento prévio em artes visuais. A participação é gratuita e pessoas com mais de 60 anos não pagam o ingresso do Museu.

Itinerância

Curitiba recebe um dos maiores recortes da “35ª Bienal de São Paulo – coreografias do impossível”, com 16 participantes. A curadoria de Diane Lima, Grada Kilomba, Hélio Menezes e Manuel Borja-Villel busca dar voz e trazer outras perspectivas para assuntos do mundo contemporâneo, como transformações sociais, políticas e culturais, proporcionando ao público uma experiência marcante.

APM

O tradicional programa Arte para Maiores tem como objetivo aproximar o público com mais de 60 anos do Museu e da arte. Em 2019, o APM conquistou um importante reconhecimento nacional na área de educação em museus – o Prêmio Darcy Ribeiro 2019, concedido pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram).

Recentemente, em 2023, o programa foi selecionado e apresentado com destaque aos grupos de trabalho do I Encontro Nacional de Educação Museal, promovido pelo Ibram, na Bahia.

Sobre os convidados

André Leitão

Graduado em História pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), com especialização em Direitos Humanos, Diversidade e Violência pela Universidade Federal do ABC (UFABC). É mestrando no Programa de Pós-Graduação em Humanidades, Direitos e outras Legitimidades pela Universidade de São Paulo (FFLCH-USP). Atua desde 2012 como educador/pesquisador em instituições culturais, a exemplo do Museu Afro Brasil, SESC Pompeia e Fundação Bienal, compondo a equipe de mediação na 32ª e 33ª Bienais de São Paulo. Desde a 34ª edição, ocupa o cargo de assessor de mediação.

Renato Lopes

Historiador da Arte, doutorando no Programa de Pós-Graduação em História da Arte da Universidade Federal de São Paulo (PPGHA-Unifesp) e psicanalista, membro do Coletivo Psicanálise Periférica, há dez anos atua em instituições culturais em projetos educativos. Como pesquisador e educador, investiga dispositivos, referências e conceitos para propor narrativas para além da Crítica e História da Arte eurocêntricas, assim como as dimensões éticas e estéticas das imagens na produção do conhecimento histórico. É assessor de educação na Fundação Bienal de São Paulo.

Documento para download

SOBRE O MON

O Museu Oscar Niemeyer (MON) é patrimônio estatal vinculado à Secretaria de Estado da Cultura. A instituição abriga referenciais importantes da produção artística nacional e internacional nas áreas de artes visuais, arquitetura e design, além de grandiosas coleções asiática e africana. No total, o acervo conta com aproximadamente 14 mil obras de arte, abrigadas em um espaço superior a 35 mil metros quadrados de área construída, o que torna o MON o maior museu de arte da América Latina.

 

Serviço
Arte para Maiores
Atelier de Aquarela
Dia 18 de abril
Das 14h às 17h30min
Link para inscrição: bit.ly/APMEspecialAbril2024

“35ª Bienal de São Paulo – coreografias do impossível”
Visita mediada e oficina
2 e 9 de abril
Das 14h às 17h

Videoconferência
16 de abril
Das 14h às 15h30

Link para inscrição: bit.ly/APMAbril2024

www.museuoscarniemeyer.org.br

Publicado por

Museu Oscar Niemeyer

Notícias relacionadas

Educativo

MON realiza oficina sensorial de argila para crianças de 1 a 2 anos

Educativo

MON oferece oficinas e mediações gratuitas em maio

Educativo

Joana Vasconcelos é tema da edição de maio do Arte para Maiores
Ver todas as notícias
Receba notícias